terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Nova Cleópatra com pouco sexo, mas com Angelina Jolie

Fonte: Fas de Angelina Jolie

Paul Greengrass deverá dirigir o novo filme sobre a rainha do Nilo. Estreia em 2013 e teremos uma Cleópatra guerreira, não a rainha prostituta

Fez sexo oral a 100 romanos numa só noite, aprendeu truques sexuais com as prostitutas de Alexandria, tinha um apetite sexual muito acima da média e conquistou os homens mais poderosos de Roma. Cleópatra era carismática e ficou na história como uma das mulheres mais bonitas do mundo. "Era uma mulher de uma beleza soberba... e com a capacidade de agradar a qualquer um", escreveu o historiador grego Dio Cássio.

Mas muito do que se escreveu sobre a última faraó do Egito será mito ou verdade? O novo filme sobre Cleópatra promete esclarecer quase tudo. Baseado na biografia "Cleópatra: A Life", de Stacy Schiff, que recebeu o Prêmio Pullitzer, o regresso de rainha egípcia, que foi casada com Júlio César e Marco Antônio, põe de lado a carga sexual de Cleópatra e apresenta uma estratega que dominou grande parte do Leste do Mediterrâneo. "Foi a única mulher na antiguidade a governar sozinha e a ter um papel nos assuntos políticos ocidentais", diz Stacy, que quer acabar com a imagem de rainha prostituta. Para interpretar a personagem imortalizada por Elizabeth Taylor ou Vivian Leigh foi escolhida Angelina Jolie.

A atriz será a encarnação da deusa Ísis, que falava nove línguas, casou com os dois irmãos, para rapidamente se ver livre deles e conquistar o apoio de César. Porém, Jolie será uma Cleópatra revisionista. Cenas como a da série "Roma", em que a rainha egípcia pede a Marco Antônio que Roma reconheça o seu filho como herdeiro de César e é chamada prostituta, serão raras. Muito menos a resposta que Cleópatra deu na série da HBO: "Se tenho de me prostituir pelo bem do meu país e da minha família, fá-lo-ei. Mas o cliente tem de pagar primeiro."

2013 é ano de Cleópatra "É uma visão mais adulta e sofisticada. Ela não era uma gata sexual, mas sim uma política, estratega e guerreira. No filme de Mankiewicz, Elizabeth Taylor é uma sedutora, mas as histórias de Cleópatra sempre foram escritas por homens. Esta é a primeira escrita por uma mulher", diz o produtor Scott Rudin.

A escolha de Angelina Jolie para o papel principal foi avançada em Junho. Apesar de a autora da biografia concordar, muitas vozes surgiram para dizer que a actriz era branca de mais. Scott Rudin, produtor de filmes como "Este País não É para Velhos" ou "Amar... é Complicado!" discorda e está a criar este biopic "para e com" Jolie.

Polêmicas à parte, a rodagem do filme arranca no final do ano. Prevê-se que estreie em 2013. Paul Greengrass é o sucessor de James Cameron, depois de o realizador de "Avatar" ter recusado o convite porque estará a preparar as sequelas do blockbuster de 2010. Greengrass ainda não falou sobre o filme, mas é dado quase como certo. Será o realizador da trilogia "Bourne", com Matt Damon, a recriar o Egito de 30 a. C. a três dimensões.

O site da IMDB - a bíblia do cinema mundial - já tem uma descrição de "Cleópatra". A acreditar nessa fonte, seria uma líder firme, guerreira, que embarcou numa luta pelo poder. Teve o final trágico que todos conhecemos, suicidando-se para não cair nas mãos dos romanos. O que não sabemos é quem será Marco Antônio. Porque não o companheiro de Angelina Jolie? Brad Pitt daria um bom Marco Antônio.

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para fazer comentários, críticas e sugestões, mas por favor sem ofenças a ninguem.
Obrigado por visitar o Blog Angel Jolie!